MENU

COLUNISTAS


Política

RAFAEL MATOS




 
 

Sábado, 30/03/2019, às 06:00

Reforma da Previdência: existe plano B?

O governo, o mercado financeiro, o setor produtivo, enfim, os envolvidos com a economia aguardam com expectativa a reforma da previdência, que é discutida nos corredores de Brasília e em perfis das redes sociais. O discurso, em geral, é que o projeto é a única solução para os problemas atuais e futuros do Brasil, e que, se não passar, ‘vai dar ruim’, como se diz por aí.
As previsões dos especialistas são as mais diversas: o país vai entrar em recessão em 2020 e repetir os números dos anos entre 2014 e 2016; o dólar pode chegar a R$ 4,20; os servidores públicos vão ficar sem salários; ou estes ficarão congelados e futuros concursos serão suspensos; a taxa de desemprego pode chegar a 15%; e a taxa Selic subirá até 18,5%.
Já as correntes de oposição defendem que a reforma poderia ser substituída pela cobrança de dívidas das empresas ao INSS (R$ 476 bilhões), taxação das grandes fortunas (R$ 14 bilhões), auditoria da dívida pública (que consome 40% do orçamento federal = R$ 1,065 trilhões), e revisão de privilégios para categorias que se aposentam antes que a maioria da população.
O fato é que ninguém pode afirmar com 100% de certeza sobre como será, mas há um plano B caso a reforma seja rejeitada?

Deduções do IR
A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal aprovou o PLS 546/2018, que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), deixando explícita a permissão para a dedução do imposto de renda de valores doados em favor dos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente e de projetos de organizações da sociedade civil que trabalhem por esta causa. A matéria seguirá para análise terminativa da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Públicas e privadas
A Fimma Brasil – Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira terminou nesta sexta-feira (29/3), em Bento Gonçalves-RS, e reuniu empresários do setor moveleiro e de toda sua cadeia produtiva.
– A Fundação Bunge escolheu o tema ‘Você é a parte que muda o todo’ para desenvolver, até dezembro deste ano, uma série de ações, que envolverão voluntários, em torno de questões como respeito ao próximo, acolhimento e protagonismo.
– Softwares, equipamentos e fintech de antecipação de recebíveis estiveram entre as novidades apresentadas na Plástico Brasil 2019 – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, encerrada nesta sexta-feira (29/3), em São Paulo.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL