MENU

COLUNISTAS


Política

NÉIA LOPES




 
 

Quinta-feira, 11/02/2016, às 06:00

Não é candidato em outubro?

Fontes fidedignas garantiram à colunista que o prefeito de Capivari de Baixo, professor Moacir Rabelo (PP), não pretende disputar a reeleição em outubro próximo. Segundo estas fontes, nem os maiores líderes do Partido Progressista, entre eles o ex-deputado Joares Ponticelli, estão conseguindo convencer Moacir a disputar o pleito.

Eleição Aberta
O prefeito Olavio Falchetti deixa claro que prefere uma eleição “aberta”, ou seja, com no mínimo quatro candidaturas a prefeito. O alcaide acredita que quanto mais candidatos, melhores são suas chances de reeleição. Olavio teria dito a uma pessoa próxima que sua votação não baixa de 19 mil votos, o que tornaria sua vitória viável com quatro candidaturas. No último pleito, o petista chegou perto dos 27 mil sufrágios.

PSD

Um líder do PSD tubaronense nos garantiu que a sigla terá novas fortes adesões até o fim de março. Segundo ele, Caio vai mesmo deixar a ADR antes do prazo-limite previsto para desincompatibilização, e o cargo poderá passar a ser ocupado por um novo pessedista.

PSD 2
A fonte da coluna não quis declinar quem são os cotados para o comando da Agência de Desenvolvimento Regional, mas garante que se o vereador Nilton de Campos decidir ocupar o cargo, a tendência é que fique com ele. O problema é que se decidir pelo cargo estadual, o ainda tucano terá que ficar fora do pleito municipal.

Xandão
E por falar nisso, o tucano Xandão não comenta as especulações em torno de sua saída do PSDB, mas pessoas próximas a ele garantem que ele está pensando sim no assunto e, além do PSD, teria recebido convites de outras siglas, incluindo o PP.

Correção
Os nomes divulgados na nota de ontem sobre a eleição para o Conselho Fiscal da Cergal são da chapa 2. A chapa 1 está composta com os seguintes membros: Nazareno Braz, Adriano Cardoso, Jefferson Marcelino, Olibio de Souza, Nilton Machado e Luiz Cesar Marcal. A eleição ocorre dia 20 na sede da cooperativa. A Cergal é presidida pelo vereador Gelson Bento, tendo como vice Tiago Goulart.

Dias
Segundo o delator Ricardo Pessoa, dono da construtora UTC, o ex-ministro do Trabalho e Emprego, o catarinense Manoel Dias, fez lobby para destravar obra e resolver questões trabalhistas envolvendo a construção de plataformas e cascos de navios encomendados pela Petrobras a um consórcio formado pelas empresas Queiroz Galvão, Camargo Corrêa, UTC e Isea Óleo e Gás.

Dias 2
Ainda segundo relatos de Pessoa, o Ministério do Trabalho constatou diversas irregularidades nas obras, como jornada de trabalho estendida e desrespeitos ao descanso semanal obrigatório e a regras de segurança do trabalho. Com a paralisação das obras, o empreiteiro procurou Dias, o qual, inclusive, chegou a antecipar informalmente a designação do novo superintendente regional do Trabalho responsável pela fiscalização.

DIZEM MAS EU NÃO AFIRMO
Que o prefeito Moacir teve uma “premonição”...




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL