MENU

COLUNISTAS


Geral

LUIZ MARINS




 
 

Segunda-feira, 29/07/2019, às 06:00

Nunca desista de seus valores

Nunca ceda. Nunca se apequene. Nunca, nunca, nunca, nunca - em nada - grande ou pequeno - nunca ceda, a não ser por convicções de honra e bom senso. Jamais ceda à força. Nunca se curve ao poderio aparentemente esmagador de um  inimigo. (Winston Churchill, 29/10/1941).
Em 29 de outubro de 1941, no Reino Unido (Inglaterra), o primeiro-ministro Winston Churchill visitou a Harrow School para ouvir as canções tradicionais que ele tinha cantado lá na juventude, bem como para falar com os alunos. Isso se tornou um de seus discursos mais citados, devido às distorções que evoluíram sobre o que ele realmente disse. O mito é que Churchill estava diante dos alunos e disse: “Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, jamais cedam. Nunca se apequenem. Nunca cedam à força”. Depois, sentou-se. Na realidade, ele fez um discurso completo, que incluía palavras semelhantes ao que é frequentemente citado. Além disso, alguns acreditam que ele disse: “Nunca desistam”. Isso também está incorreto. O que Churchill disse é o que está citado acima. O mito de que ele teria dito “nunca desistam” é apropriado pelo conteúdo do discurso inteiro onde ele fala que, se a Inglaterra tivesse desistido de acreditar, teria deixado de lutar.
O que Churchill realmente quis dizer àqueles estudantes, bem no meio da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), é muito discutido até hoje pelos mais renomados professores de literatura e mesmo na diplomacia. E a interpretação mais aceita é a de que ele quis alertar os jovens para que realmente não desistam frente às dificuldades; não se apequenem (pensem pequeno e ajam pequeno) frente aos poderosos porque, pensando pequeno, você estará dando ainda mais poder a eles. O que Churchill disse e quis dizer é que nunca se deve transigir com a honra, a dignidade, a honestidade e o bom senso. Nunca fazer concessões em  princípios e valores mesmo diante dos poderosos. Churchill naquele discurso fez uma grande apologia à moral e à manutenção a qualquer preço de princípios e valores elevados. “Nunca ceda!”
Passados 69 anos, o discurso de Churchill aos estudantes continua sendo uma lição para todos nós. O que fazer diante de um grande problema, aparentemente insolúvel? O que fazer numa dificuldade em nossa empresa, nossa vida pessoal e profissional e mesmo em relação à nossa saúde? Como manter os valores éticos e morais diante de situações totalmente adversas?
O conselho de Churchill é muito claro:
Nunca ceda. Nunca se apequene.
E o ceder que ele nos aconselha a nunca fazer é em relação à honra, aos valores e princípios. Ele não está advogando que sejamos inflexíveis, intolerantes e incapazes de dialogar. O que ele nos aconselha é que sejamos sempre éticos e moralmente defensáveis e que não desistamos de nossos princípios frente às dificuldades e tentações.
Pense nisso. Sucesso!




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL